Governo adia criação do Observatório da Violência contra Comunicadores


Por Igor Waltz*

28/07/2014


O Governo Federal ainda não definiu a data para assinar a Portaria Interministerial para a criação do Observatório da Violência contra Comunicadores. O ato aconteceria na última terça-feira, 22 de julho, na Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, mas foi adiado “sine die”. A iniciativa é uma das propostas da Fenaj encampadas pelo Grupo de Trabalho dos Comunicadores, criado no âmbito do Conselho Nacional de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana, para o enfrentamento da violência contra profissionais da comunicação no Brasil.

O observatório visa o monitoramento de casos, apoio às investigações, extensão de programas de apoio à testemunha, e promover o enfrentamento à violência contra jornalistas, radialistas, blogueiros, comunicadores populares, entre outros. Vão participar do grupo representantes do Executivo, Judiciário, Ministério Público, organismos internacionais e profissionais de comunicação.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012