7 de outubro de 2022


Futebol e fé: Jesus em campo no jogo da fé


12/07/2021


Por Marcos Gomes é jornalista, membro da Comissão de Cultura e Lazer da ABI


Os rituais evangélicos neopentecostais entraram para a paisagem do futebol de elite no Brasil. De Gabigol a Felipe Melo, de Leandro Castan a Neymar, os louvores e evocações aparecem em quase todos os jogos, numa intensidade que faz parecer credo único entre os boleiros.

O ABI Esporte nesta segunda-feira, 12, destaca o tema Futebol e fé com o jornalista, escritor, pesquisador de cultura popular e comentarista esportivo Aydano André Motta. O programa vai ao ar pelo canal do Youtube da Associação Brasileira de Imprensa, com as participações da professora Leda Costa (UERJ), do jornalista Robson Aldir e  apresentação do jornalista Marcos Gomes. bit.ly/3uZn84f

A origem pobre da maior parte dos jogadores explica parcialmente o fenômeno, turbinado pela ação de atletas que viram pastores. De outro lado, jogadores que seguem a fé de matriz africana sofrem racismo religioso nas redes sociais.

Em artigo publicado em O Globo, Aydano reproduz um contraponto às  manifestações em louvor a Jesus, a publicação do jogador Paulinho – ex-Vasco da Gama e atualmente no Bayer de Leverkusen -, em comemoração a sua convocação para a seleção, nos jogos olímpicos de Tóquio.

“Nunca foi sorte, sempre foi Exu. Laroyé!”, postou Paulinho, em seu Instagram, para festejar a convocação para a seleção olímpica, após se recuperar de grave contusão. Imediatamente, muitos intolerantes atacaram o filho de Oxóssi, o orixá caçador. https://oglobo.globo.com/esportes/nuncaesoesporte-no-jogo-da-fe-um-jesus-onipresente-entra-em-campo-25079787

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012