28 de novembro de 2022


“Financial Times” é vendido ao grupo japonês Nikkei


Por Cláudia Souza*

28/07/2015


Foto: Niklas Halle/ AFP

Foto: Niklas Halle/ AFP

 

O Financial Times Group foi vendido por £ 844 milhões (US$ 1,3 bilhão, ou R$ 4,32 bilhões) para o grupo de mídia japonês Nikkei Inc., o maior conglomerado de mídia da Ásia. A transação anunciada na última quinta-feira, 23, inclui o jornal britânico “Financial Times”(FT) considerado a bíblia do neoliberalismo. A Editora Pearson, responsável pela publicação, há algum tempo já dava sinais da decadência do diário.

O negócio envolve o site do jornal, o “FT.com”, e a revista “The Banker”, mas não inclui a sede do FT em Londres, nem os 50% que a editora tem de participação no Economist Group, que edita a revista “The Economist”. O acordo deve ser concluído até o fim do corrente ano.

O editor-chefe do FT, Lionel Barber, reuniu a equipe do jornal para comunicar a venda: “O FT é um ativo de nível mundial. Estou confiante de que vamos trabalhar juntos com nosso novo proprietário para garantir que assim permaneça”, assegurou Barber.

No cargo desde 2013, o presidente da Editora Pearson, John Fallon, disse que o grupo decidiu vender o jornal –do qual era proprietário desde 1957– para priorizar o setor educacional, responsável por 90% da receita. Diante da queda nos lucros e de dificuldades no mercado norte-americano, a Pearson, que iniciou processo de reestruturação há dois anos, comprou no Brasil a rede de escolas de idiomas Wizard por R$ 2 bilhões.

“Atingimos um ponto de inflexão na mídia, levado pelo crescimento explosivo do mobile e das redes sociais”, explicou Fallon. “Nesse novo ambiente, a melhor formar de assegurar o sucesso comercial e jornalístico do FT é ser parte de uma companhia digital global.”

Lançado em 1888, o “Financial Times” reúne equipe de cerca de 500 jornalistas e ao menos 720 mil assinantes, sendo 70% no meio digital, e 30%, no impresso.

O grupo Nikkei, criado em 1876, apontado como o maior conglomerado independente de mídia da Ásia,  edita um jornal que leva o mesmo nome, concentrado em economia e negócios, com tiragem diária de 3 milhões de exemplares.

“Os grupos Nikkei e FT, dividem valores jornalísticos em comum, como imparcialidade e alta qualidade. Lutaremos juntos para o desenvolvimento da economia global”, disse Tsuneo Kita, presidente-executivo do Nikkei Inc.

*Fonte: agências internacionais

 

 

 

 

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012