4 de outubro de 2022


Fernando Morais: A diferença entre se isolar e ficar confinado


30/07/2020


Como os jornalistas se adaptaram  à realidade de trabalhar confinados em casa? Será que vem por aí um novo jeito de fazer jornalismo? Estas questões básicas inspiraram a série de podcasts “Jornalistas em quarenta”, que ao longo dos últimos dois meses conversou com 17 jornalistas, reunindo uma diversidade de opiniões, experiências e ideias surpreendentes.

Hoje é a vez de Fernando Morais.

Na verdade, ele já havia ficado confinado 57 dias, em 1977, tempo que, como repórter da Veja ficou, em Cuba, esperando para entrevistar Fidel Castro.

Neste confinamento brasileiro ele fala da revolução que a internet está oferecendo, contribuindo para a própria liberdade de expressão e, por isso, criou o blog Nocaute.

A edição dos podcasts foi realizada pelo jornalista Paulo Gustavo, que escreve sobre cultura pop no portal Freakpop.

Por Ricardo Carvalho, diretor da ABI em São Paulo

Com a palavra, Fernando Morais

Próximos podcasts: repórteres Ricardo Kotscho e Ernesto Paglia, para o fechamento da série

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012