Estado Islâmico (EI) executa jornalista da rede de televisão árabe Mosuliah


Por Cláudia Souza*

19/03/2015


Base militar do EI localizada no Iraque (Foto: Reuters)

Base militar do EI localizada no Iraque (Foto: Reuters)

O jornalista Ala Mazn Abdullah foi assassinado  nesta segunda-feira, 23, na cidade iraquiana de Mosul, sob a acusação de colaborar na fuga de um grupo de colegas de profissão, reféns do EI, para o Curdistão. O repórter foi assassinado por recusar-se a dar informações ao Estado Islâmico sobre os jornalistas que conseguiram escapar do cativeiro.

Ala Mazn Abdullah foi executado em uma base militar do EI localizada ao sul de Mosul, após ser  julgado por membros do grupo terrorista.

Abdullah, que atuava como repórter na TV Mosuliah, foi preso em fevereiro último em sua residência. Desde novembro de 2014, o Estado Islâmico já assassinou ao menos seis jornalistas, na maioria dos casos sob a acusação de espionagem.

*Com informações do Portal Rudaw, World News Report, e world.einnews.com/article

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012