Estadão demite colunista que apoiou PT


07/10/2010


A psicanalista Maria Rita Kehl, colunista do “Caderno 2”,  do jornal O Estado de S. Paulo, classificou como um “absurdo” a sua demissão do jornal, que teria sido motivada pelo artigo “Dois Pesos”, no qual ela questionava a “elite” que desqualificava os votos das classes D e E, e se dizia favorável ao programa Bolsa Família.
 
Em entrevista ao jornalista Bob Fernandes, do Terra Magazine, Kehl disse ter sido demitida por te cometido o que foi considerado pelo jornal um “delito” de opinião, e que o veículo teria argumentado que a repercussão do artigo tornou sua permanência no jornal “insustentável”.
 
O diretor de conteúdo do Grupo O Estado de S. Paulo, Ricardo Gandour, negou que a saída da colunista tenha sido motivada pela censura ao artigo “Dois Pesos”, e que já “havia uma discussão em torno de novos rumos para a coluna”.

*Com informações Comunique-se, Terra Magazine.
 

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012