Equipe de TV é feita refém por grupo do MST no Paraná


10/03/2016


mstA TV Tarobá, afiliada da Band em Cascavel (PR), informou que a repórter Patricia Sonsin e o cinegrafista Davi Ferreira foram feitos reféns por integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), na tarde dessa quarta-feira (9). Na ocasião, os dois profissionais gravavam uma reportagem sobre invasão a duas fazendas em Quedas do Iguaçu.

Segundo a emissora, quando os repórteres se aproximaram da área para fazer imagens, cerca de 50 integrantes do MST, armados com escopetas, facões e pedras, se aproximaram do carro da equipe. Davi Ferreira contou que a ação durou 20 minutos e o grupo ameaçou quebrar os equipamentos e celulares dos profissionais, obrigando que seguissem o grupo até uma espécie de acampamento.

A Polícia Militar (PM) de Quedas do Iguaçu foi acionada, mas argumentou que não possui acesso às propriedades para poder tomar alguma providência. O MST negou que tenha feito os jornalistas reféns e disse que só pediu para que eles deixassem o local.

Em nota publicada no site, a TV Tarobá repudiou o ocorrido. “A equipe da Tarobá tentava se aproximar para fazer imagens e para tentar uma entrevista com alguém do MST, exatamente para que o movimento pudesse ter espaço de defesa das acusações de ocupação de fazendas naquela região”, destacou.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012