Encontro na ABI discute a trajetória do Núcleo de Comunicação Movimentação


Por Claudia Sanches

29/06/2015


roda-troca-de-saberes4p

Griô Prudêncio, o Historiador Luiz Antônio Vieira, a capoeirista Mara Mendonça, o professor da Uerj João Batista, o jornalista Marcos Romão, Mestre Pernambuco, a a professora Adélia Azevedo e o Mestre de capoeira Rodrigo Rafael. (Foto: JCA Prudêncio)

Dia 26 de junho último, o jornalista e Griô (contador de histórias na tradição africana) João Carlos Prudêncio realizou mais uma edição das Rodas de Troca de Saberes e Fazeres. O evento, que  faz parte da Ação Griô que iniciou no Estado do Rio Grande do Sul, chegou ao Rio de Janeiro para revisitar a história dos movimentos sociais das décadas de 80 e 90 a partir da trajetória do Núcleo de Comunicação Movimentação na Associação Brasileira de Imprensa.

A primeira edição da Roda de Troca de Saberes e Fazeres no Rio de Janeiro aconteceu no Rio de Janeiro deste ano, dia 17 de janeiro, no Centro Cultural Ação da Cidadania, no Cais do Valongo, em ação compartilhada com o Grupo Face de Ébano Congresso Internacional e a Ong Movimentação.
Essa segunda edição da Roda de Conversa no Rio de Janeiro a Ong Movimentação abriu um debate, alargando o conceito das Ações Compartilhadas, que integram as entidades da sociedade civil organizada e as instituições públicas e privadas.

A Roda de Conversa na ABI contou com a presença da Professora Adélia Azevedo, a Phd Elisa Larkin Nascimento, do Professor João Costa Batista, do Mestre Griô Professor Pernambuco, Professor historiador Luiz Antonio Vieira Inda, da Designer Maria Júlia Ferreira, do Jornalista Marcos Romão, Ativista social da Alemanha Ortrun Gutkf, da Mestra de Capoeira Mara Lúcia Mendonça Martins (Foguinho), Jornalista Mauro Viana, Mestre de Capoeira Rodrigo Rafael, Jornalista Maria de Souza Lima, entre outros ativistas.

Dentre as propostas da Roda de Conversa, está na pauta do Segundo Congresso Internacional Face de Ébano, que será realizado nos dias cinco e seis de setembro, na Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul, e a formatação do “Livro de Memórias – Um Olhar na Caminhada Griô: Vivências do Negro Contemporâneo – A mão afro-brasileira na construção do estado de direito”.

O encontro foi inaugurado com a homenagem aos 135 anos de nascimento de João Cândido, o Almirante Negro, protagonista da Revolta da Chibata. O segundo ponto pauta foi a exposição dos objetivos do “Eixo” da Roda de Conversa: “Revisitando a Historia do Núcleo de Comunicação Movimentação através das Oficinas de Jornalismo, realizadas na ABI com os estudantes da UFRJ, nas décadas de 80 e 90”.

Outro momento importante foi a formulação do Projeto “Livro de Memórias – Um Olhar na Caminhada Griô – Vivências do Negro Contemporâneo – A mão afro-brasileira na construção do estado de direito, com explanação do Mestre Griô Prudêncio e do jornalista Januário Garcia.

Para a professora Adélia Azevedo, existe a necessidade de a escola e a sociedade refletirem mais sobre a questão do preconceito e apontar caminho e estratégias para as possíveis soluções.

— Precisamos pensar em propostas mais consistentes. Não adianta reclamar. Que educação é essa oferecida as nossas crianças. Se não mexermos nesse “paiol de pólvora”, que é a escola, não vamos avançar nessa questão. Uma escola política vai pensar em bandeiras e alternativas para superar essa situação.

O mestre Griô Pernambuco acredita que os negros precisam seguir os parâmetros e tradições criados por eles mesmos, que é o Quilombismo:

— Temos que ir às raízes. Se quero mudar esse sistema, tenho que ir lá na minha fonte. E a minha referência é o Quilombo. Antes de modificar uma sociedade temos que nos transformar.
Os participantes também apresentaram o Grupo Nuclear dos Quilombistas Contemporâneos do Estado do Rio Grande do Sul, com a explanação do Mestre Griô, Professor Pernambuco. O encerramento da Roda de Conversa acontecerá em outubro, na ABI, som a solenidade de entrega dos Certificados dos encontros.

O encontro “As Reflexões das Ações Compartilhadas na Realização do 2º Congresso Internacional Face de Ébano”, será realizado na Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul (Porto Alegre), nos dias cinco e seis de setembro próximo.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012