9 de agosto de 2022


El País: estratégia de reportagem


19/05/2021


Por El País


“Um jornal conta coisas que você não sabia, o que me parece fascinante”, enfatiza Kiko Llaneras. Especialista em dados do EL PAÍS, ele luta há um ano contra a dificuldade de ter acesso às cifras e de contar com um critério homogêneo para o seu tratamento por parte das autoridades. Seu objetivo: informar semanalmente sobre o avanço da crise sanitária através da sua newsletter (em espanhol) e em seus textos publicados também em português.

Quando o coronavírus começou a chegar à Espanha, era preciso transmitir a emergência que se aproximava. “Nossos leitores queriam ver os números por si mesmos”, observa. Por isso, o jornal se viu “na obrigação de integrar os dados ou a visualização dos dados com esses elementos mínimos de análise que permitissem que os leitores tirassem suas próprias conclusões, mas conhecendo todas as armadilhas que cercam os números”.

O analista estabelece, em cada artigo e análise, um contrato com os leitores, uma relação de confiança. “Às vezes estarão de acordo com o que digo, outras vezes não estarão de acordo; outras vezes gostarão ou não gostarão, mas se confiarem em que o que estou lhes dizendo foi feito com a minha melhor intenção… Esse é o acordo perfeito.” Um dos pontos fortes da cobertura de Kiko Llaneras, complementada por Jorge Galindo na América Latina, é a abordagem comparativa dos números da pandemia, mas também das estratégias para combatê-la em cada país.

 

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012