Diário do Comércio desliga oito profissionais da redação


08/12/2016


logo-postagens-dci-700x480O Diário do Comércio, Indústria & Serviços (DCI) promoveu nessa semana o corte de oito profissionais da Redação, além de um número não informado em outras áreas do jornal. Saíram os editores Renê Gardim (Política e Agro), Cláudia Bozzo (São Paulo), ambos há mais de seis anos no jornal; os repórteres Fernando Barbosa(Política), Sammy Eduardo (Comércio) e Ana Carolina Meira(Indústria), o revisor José Roberto Leite, além de um diagramador e um infografista.

Segundo o diretor de Redação Roberto Lira, a medida foi necessária para adequar os custos do jornal à atual situação econômica e garantir algum fôlego para o ano que entra, quando, espera, a crise pode ter um alívio. “Em meados do ano já havíamos reduzido o jornal de 20 para 16 páginas sem mexer no quadro de pessoal”, disse ele ao Portal dos Jornalistas. “Mas agora não tivemos outra solução”. Acrescentou que houve cortes em outras áreas da empresa, mas desconhecia a dimensão deles, e que, também como medida de contenção de despesas, estão estudando concentrar todos os setores do jornal em um único andar, contra os três que ocupam atualmente,

Lira informou ainda que as editorias de Política e São Paulo estão em processo de unificação, e que já abriu processo de seleção de um novo editor.

Jornalistas&Cia

 

RECESSO DE CARNAVAL

    Não haverá expediente administrativo na ABI no período de 1 a 10 de março de 2019, retornando às atividades no dia 11 de março de 2019.

   Os serviços essenciais funcionarão cumprindo escalas.

Rio de Janeiro, 25 de fevereiro de 2019.