17 de agosto de 2022


Desfiles, blocos, Bethânia e bons filmes em sua tela


14/02/2021


DICAS DA SEMANA

DESFILES, BLOCOS, BETHÂNIA

E BONS FILMES PARA SUA TELA

Cordão da Bola Preta mantém a tradição e, por respeito à pandemia, abre o CARNAVAL de 2021 de forma virtual no YouTube, no sábado, enquanto o Cordão do Boitatá faz seu 15º Baile Multicultural, no domingo, e diversos blocos desfilam on line nos seis dias de folia, a partir de hoje, incluindo a quarta-feira de Cinzas com o Me enterra na quarta encerrando a festa pela internet. O Sambódromo está fechado, mas há um campeonato de escolas de samba com desfiles antigos que acontecem hoje e amanhã no canal Boi com Abóbora do Youtube e um júri escolherá o vencedor. Todos esses shows e os desfiles vir tuais dos blocos estão no roteiro abaixo para você sambar em casa fantasiado, de preferência, além da serpentina (confete não porque a faxina vai dar trabalho!).

Imperdível também é a primeira live de MARIA BETHÂNIA que, apesar de ser no sábado de carnaval, terá repertório romântico, além de novidades do seu álbum novo. Temos ainda entrevistas no ABI ESPORTE; homenagem ao jornalista Alberto Dines; a Mostra do Cinema Russo e Soviético; além de diversos filmes (quatro de Buñuel e mais Godard, Babenco e Milos Forman), séries (Por que as mulheres matam é muito boa), música e livros.

Quando o Carnaval chegar em 2022 (com sorte!) vamos nos lembrar da festa virtual que teremos este ano sem rua, por favor. Que o Ano Novo Chinês – o ano do boi que começa hoje – nos traga a sorte de dizimar o COVID. Divirtam-se e fiquem de olho no calendário de vacinação. Gritem se espertos quiserem passar a vez da turma que dá duro ou de idosos.

ENTREVISTAS

19h30 – 15/2 (2ª feira)- ABI ESPORTEo jornalista Marcos Gomes apresenta o programa que reúne para uma conversa sobre esporte, samba e carnaval o professor Ivan Cavalcanti Proença, mangueirense, escritor e conselheiro da ABI; o jornalista Antero Luiz, salgueirense, diretor da ABI; e Luiz Ricardo Leitão, torcedor da Vila Isabel, professor e coordenador do Acervo Universitário do Samba da UERJ. Assuntos: relação conflituosa entre o poder público e a contravenção do jogo do bicho; o m odelo de transmissão do desfile pela TV Globo; a perseguição aos cultos de umbanda e do candomblé; a atuação da milícia; o samba de enredo e o que parece ser o fim do chamado escritório do samba. Também serão lembrados personagens.

19h30 – 18/2 (5ª feira) – ENCONTROS DA ABI COM A CULTURA. O tema de hoje são os 89 anos que o jornalista Alberto Dines estaria fazendo  e sua realizações. Participam do debate a jornalista Norma Couri, mulher do homenageado por mais de 40 anos; a jornalista e produtora cultural Zezé Sack que por 18 anos trabalhou com Dines no Observatório da Imprensa; a jornalista Kristina Michahelles, diretora da Casa Stephan Zweig; e o historiador Israel Beloch,…… A jornalista Vera Perfeito, diretora de Cultura e Lazer da ABI, trabalhou com o homenageado no Jornal do Brasil, e será a mediadora. Dines também foi diretor de Cultura da entidade.

SÉRIES 

NETFLIX

Cidade Invisível: de Carlos Saldanha que estreou esta semana é a primeira grande aventura do diretor pelo live-action – dirigiu Rio, eu te amo- e ele conta em sete episódios a jornada de Eric (Marco Pigossi), um fiscal ambiental que descobre o mundo oculto das entidades mitológicas do folclore brasileiro ao encontrar uma conexão entre o aparecimento de um boto-cor-de-rosa morto numa praia do Rio e a morte de sua mulher. Figuras do imaginário infantil frequentam a Lapa como a Cuca de Alessandra Negrini, a cantora Iara é Jessica Cores enquanto Wesley Guimarães é uma malandro carioca que usa uma prótese em uma das penas e representa o Saci.

GLOBOPLAY

40m2 – uma das produções recentes que mostram as dificuldades enfrentadas pelos moradores das “quebradas” durante a pandemia. São 200 curtas feitos por moradores da periferia de São Paulo. Cada realizar teve R$ 3mil para realizar os filmes, em parceria entre o Instituto Criar, o Projeto Paradiso e a Spcine.

Por que as mulheres matam – a ex-pantera Lucy Liu é uma das três protagonistas que lidam com infidelidade, mistério e assassinato. Na mesma mansão – mas em diferentes décadas – a série antológica acompanha a vida de três mulheres casadas. MUITO BOA!!!

Desalma – com 10 episódios, foi lançada no ano passado e a segunda temporada já está sendo rodada. Em 1988, o desaparecimento de uma jovem choca a população de Brígida e a tradicional festa de Ivana Kupala é banida do calendário. Trinta anos depois, a cidade e prepara para trazer a celebração de volta, mas eventos enigmáticos passam a acontecer. Com Cássia Kiss, Cláudia Abreu e Maria Ribeiro.

Todas as mulheres do mundo – uma homenagem ao legado de Domingos de Oliveira. Foi lançado na semana passada e terá 12 episódios. Maria Maria, filha do cineasta, hoje com 47 anos e quatro filhos, aparecerá no 6º episódio (9/3) na pele da terapeuta Clarissa. Seus relatos de adolescência se transformaram na peça Confissões de uma adolescente em 1992.

INSTAGRAM da FLUXO IMAGEM – Cartas para o Futuro: morador do extremo da Zona Sul de São Paulo, o cineasta Marcelino Melo ( que veio do sertão de Alagoas para SP, em 2008) sente falta de uma visão de futuro que contagie sua comunidade. Dos diálogos com pedreiros, catadores e donas de casa surgiu a websérie na qual Marcelino e o irmão provocam vizinhos a imaginarem o mundo no pós-pandemia. São cinco episódios.

FILMES

18hs – 16/2 (3ª feira) CINECLUBE MACUNAÍMA E DEBATE: Paulo da Portela ( 55 minutos), de Dermeval Neto. Participam do debate, às 19hs, o cineasta Silvio Tendler; o diretor do documentário; o engenheiro Carlos Monte, que escreveu o livro sobre a Velha Guarda da Portela, sua paixão; e a pesquisadora e escritora de vários livros sobre samba, Marília Barboza.

 

TELECINE

A Bela da tarde( 1967) – de Luis Buñuel. Premiado com o Leão de Ouro em Veneza. Catherine Deneuve representa uma mulher burguesa e masoquista que só sente prazer se prostituindo num bordel de luxo. É um clássico.

Via Lactea (1969) – de Luis Buñuel. Dois peregrinos fazem o caminho de Santiago de Compostela e o roteirista Jean Claude Carrière e Buñuel mostram heresias do cristianismo.

O fantasma da liberdade (1974) – de Luis Buñuel. Série de esquetes engraçadas e delirantes sobre hábitos sociais. Cena famosa: a família está reunida na mesa de jantar para fazer as necessidades, mas para fazer refeição é cada um sozinho no banheiro.

Salve-se quem puder (a vida), de 1980 – Jean-Luc Godard. Quatro segmentos discutindo relações entre criação artística, trabalho e sexo.

LOOKE

O diário de uma camareira (1964) – Luis Buñuel. Adaptação do livro de Octave Mirbeau, anteriormente filmado por Jean Renoir como Segredos de alcova.

O tambor (1979) – de Volker Schlöndorff. Uma criança que parou de crescer observa a ascensão do nazismo na Alemanha entre os anos 20 e 30. O filme levou a Palma de Ouro em Cannes e Oscar de Filme Estrangeiro.

PETRA BELAS ARTES À LA CARTE

Brincando nos campos do Senhor (1991) – de Hector Babenco. O roteirista Jean Claude Carrière visita a Amazônia nessa coprodução Brasil-EUA  e assina com Babenco a adaptação do romance de Peter Matthiessen, numa intriga envolvendo garimpeiros tentando roubar terras indígenas e missionários fundamentalistas aculturam os nativos.

À sombra de duas mulheres (2015) – de Philippe Garrel. Encena o dilema de um casal de cineastas e suas infidelidades amorosas.

Amante por um dia (2017) – de Philippe Garrel. Esther Garrel (filha do cineasta) faz Jeanne, que volta para a casa do pai após o doloroso fim de seu relacionamento, e descobre que o pai está vivendo com uma mulher que tem a mesma idade que ela.

GOOGLE PLAY

Valmont – Uma história de seduções (1989) – Milos Forman. Adaptação do romance de Choderlos de Laclos, Ligações Perigosas (1782). Colin Firth, Annete Bening e Meg Tilly fazem o triângulo já interpretado por John Malkovich, Glenn Close e Michelle Pfeiffer, na versão de 1988.

NETFLIX

Malcolm & Marie – formato de drama conjugal que se alimenta de DRs (discussões de relacionamento). O casal volta para casa depois da estreia de um filme dele sobre personagem que, acredita a namorada, foi inspirada nela. Há discussões sobre racismo e ativismo nos EUA quando figuras do cinemas como William Wyler, Spike Lee, críticos e mulheres brancas de Los Angeles são citados. O diretor Sam Levinson filmou em preto e branco em apenas duas semanas, devido à pandemia. Com John David Washington e a também cantora Zendaya.

O último paraíso – paixão proibida, exploração de camponeses pelos donos de terra, vingança, machismo, traições, entre outros ingredientes. O cenário é um povoado pobre no sul da Itália nos anos 50, onde as questões se desenrolam e estão concentradas em duas famílias. Paraíso é o sobrenome de uma família tradicional da região. É na cena campestre ensolarada que o casal apaixonado  – Riccardo Scarmarcio e Gaia Bernani Amaral –

PRIME VÍDEO: Bliss:em busca da felicidade  de Mike Cahill que se fixa no “mito da caverna”, de Platão. Greg (Owen Wilson), depois de se divorciar e ser demitido, conhece a misteriosa Isabel (Salma Hayek), uma mulher que vive nas ruas e está convencida de que o mundo caótico ao redor dele s é uma simulação de computador. E ele acaba embarcando na teoria dela.

7ª Mostra MOOSFILM de cinema soviético e russo – abertura – no canal da CPC –UMES Filmes no YouTube. São 22 filmes de gêneros variados na programação deste semestre como Derzu Uzala, do Akira Kurosawa.Cada filme estará disponível toda sexta-feira, a partir das 19 hs e poderá ser assistido até às 19 hs de domingo: http://bit.ly/CPCUM ESFilmes . A programação do primeiro semestre é a seguinte: HOJE – Aleksandr Nevsky; 19/2Vá e veja; 26/2: A Ascensão. Em março: 5/3 – A balada do soldado; 12/3 – Quando voam as cegonhas; 19/3 – Tigre Branco; 26/3 – Caminho para Berlim; Abril: 2/4 – Amigos Verdadeiros; 9/4 – Estação BielorRússia; 16/4 – A prisioneira do Cáucaso; 23/4 – A vida é maravilhosa; 30/4 – O homem do Boulevard des Capucines; Maio: 7/5 – Eles lutaram pela pátria; 14/5 – Cidade Zero; 21/5 – O mensageiro; 28/5 – Boris Godunov; Junho:4/6 – Andrei Rublev; 11/6 – Solaris; 18/6 – Stalker.

11ª edição do My French Film Festival – até 15 de fevereiro as plataformas de streaming Belas Artes à la carte, Supo Mungam Plus e SP Cine Play disponibilizam gratuitamente as 29 produções do festival, entre longas e curtas da França. No catálogo, documentários, dramas, drama, comédias, aventuras, filmes de mistério, infantis e enredos adolescentes divididos em mostras. Alguns dos filmes: Camille – Nina Meurisse foi indicada ao prêmio Cesar (o Oscar francês) de atriz revelação do longa de 2019, dirigido por Boris Lojkine. Uma fotojornalista vai à República Centro-Africana cobrir uma iminente guerra civil e se apaixona pelo país. Está na Mostra “,true heroines” sobre mulheres impressionantes. Na mostra “Crazy Loving Families”, sobre situação familiares fica Enorme que a história de uma casal na faixa dos 40 sobre ter ou não filhos.

PANDEMIA DO SISTEMA – documentário sobre o cenário da pandemia na periferia paulistana no YouTube da Zalika Produções. O média-metragem foi produzido enquanto a diretora, Naná Prudêncio, percorria 23 favelas da cidade, entregando doações. Aborda também o desalento de quem desistiu de procurar emprego depois dos “nãos”, mas mostra a solidariedade da Casa Chamma, que abriga pessoas trans e travestis.

COVID NA BAIXADA – documentário do estudante de Ciências Sociais, Augusto Perillo. No curta disponível no YouTube, o morador de Nilópolis  entrevista pessoas da Baixada Fluminense sobre os impactos da Covid 19 na região. Para ele, as produções de cineastas periféricos durante a pandemia são um grito coletivo de “estamos presentes”. “Nós sentimos uma diferença de tratamento em relação À capital” – lamenta.

DANÇA

16/2 (3ª) – 20 hs – Festival de Dança Acrobáticaaté 10 de março com coreografias inéditas disponibilizadas para o público por acesso gratuito por meio do Zoom ( o link é disponibilizado ao público no Instagram, no perfil @interacoesacrobaticas). São 12 profissionais cariocas, baianos e paulistas que, dentro de suas próprias casas, mostram movimentos de hip hop, capoeira, voguing e o parkour. O festival oferecerá 12 oficinas gratuitas de dança acrobática.

LIVROS

MALASARTES – a livraria de literatura infantil aberta há 42 anos no  Shopping da Gávea está crise com 70% de queda nas vendas durante a do pandemia. Os clientes resolveram ajudar , compartilhando o Instragram do estabelecimento ((@malasartes). O perfil já conta com 3.400 seguidores e a loja passou a aceitar pedidos pelo whatsapp (99916-9846). A taxa de entrega é sob consulta.

A ficção equilibrista – Vera Lúcia Follain de Figueiredo (Relicário/PUC Rio, R$49,90) – entre os temas abordados estão o “esquecimento” e o “silêncio cúmplice” como o mostrado no filme O clube (2015), do chileno Pablo Larraín, citado pela autora, cujo mote é o esforço de calar os crimes de pedofilia da Igreja Católica. Já em Cachorros (2017) , da também chilena Marcela Said, outra obra mencionada pela autora, a temática gira em torno do perigo do esquecimento: o filme narra a história de uma família da elite econ&oc irc;mica do Chile, cuja protagonista, alheia às atrocidades do regime militar de seu país, vê, de repente, o passado político invadir seu cotidiano, mas ela opta pelo “esquecimento”.

MÚSICA

JOYCE – a cantora acaba de lançar Slow Music, seu tão sonhado álbum em que o amor é o tema onipresente. O andamento de canções é softcool, em homenagem a três grandes ícones de bom gosto e elegância no gênero: Shirley Horn, João Gilberto e Bill Evans. Estão lá Samba do grande amor (Chico Buarque), Medo de amar (Viníciu s de Moraes), Amor Amor (Suely Costa e Cacaso), But Beautiful (J.Burke e Van Heusen), Sobras de Partilha (Joyce e Paulo César Pinheiro) e Valsa do pequeno amor (Joyce Moreno), entre outras.

SHOWS E LIVES

SÁBADO, 13

22 hs – Maria Bethânia faz hoje sua primeira live, marcando seus 56 anos de carreira. A transmissão acontece pela Globoplay, com sinal aberto para não assinantes. O show acontecerá na Cidade das Artes, no Rio, sem a presença de plateia ou convidados. Foi também em um 13 de fevereiro que Bethânia subiu ao palco do Teatro Opinião para substituir Nara Leão no show Opinião, ao lado de Zé Kéti e João do Vale, e sua carreira ganhou projeçã o nacional. Nesse mesmo dia, em 2016, desfilou na Magueira como campeã com enredo em sua homenagem. E frisou m entrevista ao O Globo, no domingo passado, a cantora frisou que “sexo e paixão são fundamentais” na vida de uma mulher de quase 75 anos. Ela canta Negue, Olhos no s olhos, Onde estará o meu amor e Explode Coração, além  de novidades do álbum Noturno que que sai este ano pela Biscoito Fino.

TEATRO

HOJE/ GRÁTIS

PRESENCIAL

Carmen, a grande pequena notável –  com o musical sobre nossa bombshell Carmen Miranda foi reaberto, ontem, o Teatro II do CCBB (Rua Primeiro de Março, 66 – Centro – 3808-2020). A peça inspirada no  livro infanto-juvenil de Heloísa Seixas e Julia Romeu, o espetáculo repassa a trajetória de Carmen em linguagem  para púb licos de todas as idades. Em pouco mais de uma hora, são descortinados os quase 50 anos de vida da cantora, dançarina e atriz portuguesa de nascença, carioca de adoção e que fez fama nos EUA.  Amanda Acosta interpreta Carmen e são 70 trocas dde roupas para mostrar da infância  aos estrelato de Carman, passando pela depressão e dependência de remédios até sua morte. São interpretados 26 sucessos e entre eles, O que é que a baiana tem?, Rebola, bola e Disseram que voltei americanizada. Ruy Castro, escritor do livro Carmen, também fez contribuições à peça. PRESENCIAL. Quintas e sextas-feiras, às 18 hs; Sábados e domingos às 16 hs. Até 28 de março. R$ 30 (vendas apenas on-line, por meio do site eventim.com.br. Livre.

20 hs –  AMAZONA – ao fim da sessão, a companhia Teatro Caminho convida a plateia a plantar sementes de abóbora em fendas no concreto da escadaria da Câmara dos Vereadores, no Centro do Rio. O elenco auxilia os espectadores presenciais com sacos  de terra e regadores para o solo, ironicamente da base política carioca seja fertilizado.&nb sp; A peça conduz pessoas – agora reduzida a oito pessoas – pelas ruas  próximas à Cinelândia. O uso de máscaras é obrigatório entre os atores e espectadores e o público tem a temperatura medida antes da sessão. A peça se tornou um experimento para se ocupar a rua com o teatro. A dramaturgia acompanha quatro mulheres que lideram uma espécie de vingança da natureza sobre a cidade, daí  o plantio de sementes em qualquer nesga de terra por calçadas e pistas de asfalto. O grupo passeia pelas calçadas e a chegada de um homem que quer se juntar ao bando feminino é um dos pontapés para a trama.

sábado e domingo, às 18 hs e às 20 hs e as sessões são transmitidas ao vivo no canal da Teatro Caminho no YouTube.  Termina domingo.Grátis (para quem quiser participar presencialmente deve fazer reserva pelo telefone: 98091-4194). Onde: Praça Floriano s/nº, Cinelândia, com ponto de encontro informado na reserva do ingresso.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

CARNAVAL VIRTUAL

MONOBLOCO – desde terça-feira dez vídeos inéditos do bloco estrearam no canal dos bambas do YouTube, gravados de forma remota. Diretores, batuqueiros e cantores, gravaram temas clássicos dos desfiles ensaiados nas oficinas de percussão, que seguiram acontecendo no universo virtual. Alunos que estavam em outras cidades e no exterior (até no Japão) também gravaram on-line. Os vídeos es tão disponíveis no canal oficial do bloco no YouTube. E vai ter desfile do bloco, trio elétrico e até abadá no primeiro carnaval dentro um game  no Brasil

HOJE, 12

17hs –até o dia 22, os blocos MEU BEM VOLTO JÁ e ESCRAVOS DA MAUÁ  lançam o projeto Do Leme à Praça Mauá – Histórias e músicas do carnaval carioca, no canal do YouTube Histórias e Músicas do Carnaval Carioca. Com roteiro e direção de Pedro Monteiro, a série terá 12 programas, de sete a dez minutos, que vão  contar curiosidades sobre sambas e compositores que fizeram sucesso na folia da cidade entre os anos 1990 e os dias atuais.

21 hs – início da transmissão do Campeonato Virtual de Escolas de samba com desfiles antigos no canal Boi com Abóbora do YouTube. Os carnavais que passaram na Sapucaí voltam para uma disputa de tira-teima como se estivessem desfilando ao vivo. Hoje desfilam: Hoje, sexta-feira, a partir das horas, no canal Boi com abóbora do YouTube:1. Imperatriz Leopoldinense – 1996 (Imperatriz Leopoldinense honrosamente apresenta Imperatriz Leopoldina); 2. Mangueira – 2017 (Só com a ajuda do Santo); 3. Salgueiro – 2007 (Candaces); 4. São Clemente – 2015 (A incrível história do homem que só tinha medo…Fernando Pamplona); 5.Viradouro – 1998 (Orfeu, o Negro do Carnaval); 6. Beija-Flor – 1986 (O mundo é uma bola).

Amanhã, a partir das 21 horas:1.Tuiuti – 2018 (Meu Deus, Meu Deus, Está extinta a Escravidão?); 2. Portela – 1995 (Gosto que me enrosco); 3. Mocidade Independente: 1997 (De corpo e alma na Avenida); 4. Unidos da Tijuca – 2004 (O sonho da Criação e a Criação do Sonho: A Arte da Ciência Tempo do Impossível); 5. Grande Rio – 2006 (Amazonas: Delírios e Verdades do Eldorado Verde); 6. Vila Isabel – 1993 (Gbalá,Viagem ao Templo da Criação). Terça – Feira (16/2), 19 horasLive co m a entrega dos prêmios especiais (no canal Boi com Abóbora do YouTube); quarta-feira (17/2), 16 horas: apuração (canal Boi com Abóbora do YouTube). A transmissão será feira pelo jornalista Fabio Fabato.Você pode assistir aos desfiles, clicando abaixo:

Sexta: https://www.youtube.com/watch?v=k-kk0nXPFDY

Sábado: https://www.youtube.com/watch?v=Zu20h5NEYvk

21 hs  AMIGOS DA ONÇA – faz sua live no YouTube.

ORQUESTRA VOADORA – novas canções e seleções musicais on-line também vão manifestar a esperança por dias melhores. A Orquestra Voadora exibe a inédita “Pernas Voadoras” que terá oito versões de videoclipe

20h30 – MONOBLOCO – Vai ter desfile do bloco, trio elétrico e até abadá no primeiro carnaval dentro um game no Brasil, a partir de hoje, na plataforma Cidade Alta RP – espaço virtual em os participantes podem interpretar os personagens que quiserem. E desde terça-feira dez vídeos inéditos do bloco estrearam no canal dos bambas do YouTube, gravados de forma remota. Diretores, batuqueiros e ca ntores, gravaram temas clássicos dos desfiles ensaiados nas oficinas de percussão, que seguiram acontecendo no universo virtual. Alunos que estavam em outras cidades e no exterior (até no Japão) também gravaram on-line. Os vídeos estão disponíveis no canal oficial do bloco no YouTube.

SARGENTO PIMENTA – ganhou playlists especiais nas plataformas digitais.

18hs – E-CARNAVAL SULAMÉRICA – PRETA GIL estará nessa live, transmitida do Morro da Urca, da qual será mestre de cerimônias, ao lado de PÉRICLES, BELL MARQUES e JOTA QUEST que estarão virtualmente juntos cada um em seu estado. No canal da SulAmérica no YouTube, nos canais 500 e Like da Claro TV, nas rádios Mix Rio e SulAmérica Paradiso FM e pela nova plataforma de streaming SulAmérica Paradiso, que é acessada via aplicativo ou site (sulamericaparadiso.com.br).

17hs – De hoje até o dia 22, os blocos MEU BEM VOLTO JÁ e ESCRAVOS DA MAUÁ  lançam o projeto Do Leme à Praça Mauá – Histórias e músicas do carnaval carioca, no canal do YouTube Histórias e Músicas do Carnaval Carioca. Com roteiro e direção de Pedro Monteiro, a série terá 12 programas, de sete a dez minutos, que vão  contar curiosidades sobre sambas e compositores que fizeram sucesso na folia da cidade entre os anos 1990 e os dias atuais.

19 hs – CÉU NA TERRA: baile de carnaval pelos canais  do YouTube (Céu na Terra Núcleo de Cultura Popular ) e no  FAcebook (Bloco Céu na Terra).

21 hs –AMIGOS DA ONÇA: faz a live comemorativa  a seus dez anos no YouTube do bloco ( bit.ly/LiveAdo). Gratuito ccom arrecadação colaborativa via PIX (amigosdaoncabanda@gmail.com) ou pelo site www.abacashi.com.

SÁBADO, 13

11h30 – CORDÃO DA BOLA PRETA: o tradicional bloco carioca realiza live, no Teatro Rival Refit, a partir das 11h30. O show será reproduzido nos canais do YouTube do Bola Preta e do Rival.

17h30 – IVETE SANGALO E CLAUDIA LEITE: o carnaval de Salvador, na Bahia, estará representado na live das duas cantoras que fazem juntas uma live no YouTube e no Instagram.

Os blocos MEU BEM VOLTO JÁ e ESCRAVOS DA MAUÁ fazem uma programação virtual carnavalesca para homenagear, hoje, os cientistas da Fiocruz. Lembrarão do samba Meu bem volto já, cujos versos dizem: “Eu leio Marx, encontrei Jesus/ Mas quem vacina é Oswaldo Cruz”. YouTube no canal dos dois blocos.

19hs – Bloco CÉU NA TERRA – faz live em homenagem a seus foliões e ao carnaval de rua carioca. Os cenários serão os tradicionais bonecos e estandartes que alegram as ladeiras de Santa Teresa. No YouTube (Céu na Terra Núcleo de Cultura Popular) e no Facebook ( bloco Céu na Terra)

20h30 – MONOBLOCO – Vai ter desfile do bloco, trio elétrico e até abadá no primeiro carnaval dentro um game no Brasil, a partir de hoje, na plataforma Cidade Alta RP – espaço virtual em os participantes podem interpretar os personagens que quiserem. E desde terça-feira dez vídeos inéditos do bloco estrearam no canal dos bambas do YouTube, gravados de forma remota. Diretores, batuqueiros e ca ntores, gravaram temas clássicos dos desfiles ensaiados nas oficinas de percussão, que seguiram acontecendo no universo virtual. Alunos que estavam em outras cidades e no exterior (até no Japão) também gravaram on-line.

DOMINGO, 14

15 hs – CORDÃO DO BOITATÁ – o bloco do Carnaval carioca estaria com seu cortejo pelas ruas do centro do Rio no sábado anterior ao início da festa e no domingo de Momo faria seu 15º Baile Multicultural na Praça Quinze em 2021, mas devido à pandemia seus integrantes realizarão apenas uma live para a data não passar em branco, cercados de todas as seguranças. Será no Teatro Riachuelo, transmitida pelo YouTube do Teatro Riachuelo, com sua orquestra de palco e partic ipações de nomes do samba carioca como Mariana Baltar, Moyseis Marques, Jongo da Serrinha, Alcinéia Martins e Edu Neves.

14 hs– BLOCO DA PRETA: Preta Gil comanda a live oficial do bloco, direto da Ilha Fiscal, na Baía de Guanabara, a fim de recolher doações para os catadores de latas e ambulantes do Rio que não contarão com a renda habitual neste período. Estarão lá AlcioneTeresa Cristina e Mumuzinho.

CARNAVAL DA SEBASTIANA – a Associação Independente de Blocos da Zona Sul, de Santa Teresa e do Centro do Rio promove, no domingo de carnaval, oficinas, bailes e apresentações no canal Casabloco do YouTube.

15 hs – VIRADÃO DO CARNAVAL VERDE E ROSA: hoje, amanhã e terça-feira, a Estação Primeira de Mangueira realiza lives em seu canal do YouTube (estacaoprimeirademangueira) para a transmissão das primeiras eliminatórias de sua disputa de samba-enredo. São 51 composições inscritas, dos quais 24 passarão desta fase para compor o calendário das atividades da agremiação ao longo de 2021.

17 hs – IMPERATRIZ LEOPOLDINENSE – a escola de samba de Ramos faz a live Domingão Pré-Carnaval com transmissão pelo canal oficial da agremiação no YouTube. Serão apresentados sambas concorrentes de sua disputa para o próximo desfile.

TERÇA-FEIRA, 16

ORQUESTRA VOADORA –  (ainda a ser definido)

21hs – AGYTOÊ – o “Carnaval da Cura” , com transmissão pelo canal do bloco no YouTube. O evento integra a programação do Carnaval Virtual 2021 do teatro Riachuelo.

QUARTA-FEIRA DE CINZAS, 17

17 hs – Bloco ME ENTERRA NA QUARTA – live no canal do bloco do Youtube.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012