“Declama na ABI”: um ano de poesia e música brasileira


01/08/2016


 

DSC01210

O Conselheiro Carlos Rocha e a escritora Lúcia Mattos

A Associação Brasileira de Imprensa, recebeu, nesta última sexta-feira (29/7), jornalistas e poetas para comemorar o aniversário de primeiro ano do projeto “Declama na ABI”. Durante a abertura da cerimônia do encontro, que acontece todas as últimas sextas do mês no 11º andar do edifício da entidade, o coordenador do projeto e conselheiro Carlos Alberto Rocha agradeceu ao Presidente da entidade Domingos Meirelles, ao Diretor de Cultura e Lazer Jesus Chediak e a todos os presentes:

“O projeto tem, entre outras propostas, aproximar a Casa do Jornalista da produção cultural da cidade do Rio de Janeiro e trazer os artistas para sua sede. Neste um ano de existência, o trabalho cumpriu essa missão. Agradeço ao Presidente da entidade Domingos Meirelles, ao Diretor de Cultura e Lazer Jesus Chediak e a todos vocês  que são a razão de ser do sucesso “Declama na ABI”, avaliou.

A violinista Mariana Doralina e o Coral Vocalizart foram responsáveis pela trilha sonora do evento. Entre os poetas que se apresentaram no programa cultural estiveram presentes a professora e escritora Lúcia Mattos, que relançou seu livro Alquimizamba; a dupla Jorge Ventura e o chargista Paulo Chacon, que lançou “O Reverso do Morcego”; a professora Sônia Brandão, com a publicação “Vivi e o amor”, além de outros artistas que participam dos encontros mensais que aconteceram entre 2015 e 2016.

DSC01177

O coral Vocalizart

A escritora Lúcia Mattos, professora do Colégio Estadual Júlia Kubitschek, localizado no Centro do Rio, que escreveu o livro Alquimizamba a partir de uma culminância pedagógica, contou que o projeto surgiu da educação, e volta para os bancos escolares com mais força e fez uma reflexão sobre a importância do projeto para a formação de professores:

“Tenho orgulho de fazer parte deste trabalho, invisto em literatura todos os dias quando vou para à escola e acredito que somente através da leitura será possível superação das dificuldades e das diferenças que ainda imperam  no nosso país. Essa ação está entre as iniciativas que se “alquimizam” em glória”, disse a educadora e escritora, emocionada.

Os autores de O Reverso do Morcego Jorge Ventura e Paulo Chacon falaram sobre a oportunidade de lançar sua obra na Casa do Jornalista. Segundo eles, seu livro prima pelo ineditismo por tratar do tema quadrinhos.

“Para nós foi um privilégio apresentar nosso livro na entidade, graças ao projeto “Declama na ABI”.  O quadrinho tomou uma força muito grande na literatura nos últimos anos. A obra, que já está em sua segunda edição, toma o perfil psicológico de um herói das revistas e traz para a realidade, marca a importância do quadrinho nas obras literárias pela abordagem diferente”, disse Chacon.

O próximo encontro será no dia 26 de agosto, com a apresentação do poeta Fabrício Petraglia, que estará lançando sua obra “Dois”, no 11º andar da ABI, ao som de música e poesia.

Galeria de imagens: