Cubanos participarão de curso de jornalismo nos EUA


30/03/2016


yoni sanchez

A blogueira cubana Yoani Sánchez

Com a normalização das relações entre Cuba e Estados Unidos, jornalistas cubanos independentes participarão de um programa de treinamento com colegas americanos em Miami.

Entidades privadas dos EUA fizeram uma parceria com a blogueira cubana Yoani Sánchez para financiar uma “rede de aprendizado”, que amplie as possibilidades de fazer jornalismo independente  em Cuba, onde a imprensa é controlada pelo Estado.

Eles também participarão do Simpósio de Jornalismo Online, fundado pelo professor brasileiro Rosental Calmon Alves, da Universidade do Texas. Cinco jornalistas do jornal 14ymedio, fundado por Sánchez, vão passar um ano em redações de Miami, recebendo treinamento multimídia e produzindo reportagens em colaboração com os americanos sobre a evolução da retomada das relações entre os dois países.

A ideia é que, ao voltarem à ilha, os jornalistas compartilhem seu conhecimento para ampliar a produção de jornalismo digital no país.

A diretora da Knight Foundation Shazna Nessa acredita que esse seja o primeiro passo para transformações históricas. A entidade está bancando o projeto com US$ 110 mil. “A mudança histórica nas relações dos EUA com Cuba oferece uma oportunidade única para criar um valioso intercâmbio entre jornalistas, que terão oportunidade de desenvolver habilidades de reportar os fatos com novas ferramentas digitais”, disse Nessa.

Na semana passada o presidente Barack Obama tornou-se o primeiro presidente dos EUA a visitar Cuba em 88 anos, coroando a reaproximação entre os dois países, iniciada por ele em dezembro de 2014. Na viagem, ele se encontrou com dissidentes, incluindo Yoani Sanchéz.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012