Crise no jornalismo: SBT anuncia desligamentos


25/11/2015


analicenicolau

Analice Nicolau apresentava o “Notícias da Manhã”

Segundo informações do jornalista Flávio Ricco em reportagem publicada no portal Uol esta semana, o SBT reduziu ainda mais sua programação jornalística.

Depois de cortar a exibição do ‘Jornal do SBT’ ao vivo e de dar fim ao ‘Notícias da Manhã’, chegou a vez de Silvio Santos extinguir os boletins de notícias que entravam nos intervalos dos programas. Já há rumores de demissões. Com isso, o SBT passará a ter dois telejornais, apenas um deles ao vivo, o ‘SBT Brasil’.

A medida veio um dia depois de Silvio Santos pedir à jornalista Rachel Sheherazade que evite falar de política em sua emissora, argumentando que o canal não é palanque de políticos, mas sim uma estação de entretenimento. Dezenas de pessoas devem ser demitidas nas mais diversas áreas. O canal quer proteger o setor dramatúrgico e com isso, o jornalístico deve ser um dos mais afetados.

O cancelamento da programação pegou os funcionários de surpresa, já que os boletins que seriam exibidos nesta segunda também não foram ao ar. Solange Boulos, uma das profissionais que apresentava as “pílulas jornalísticas”, ficou sabendo da mudança poucos minutos antes de gravar o primeiro boletim do dia. Além dela, outras apresentadoras do canal, como Carol Aguaidas e Analice Nicolau também participavam do informativo que tinha em média 30 segundos e dava os destaques dos telejornais da casa.

Em sua história, a emissora de Silvio Santos nunca deu atenção muito especial ao jornalismo. Em abril último, a empresa de Silvio Santos demitiu o apresentador César Filho e demitiu 13 funcionários. Com exceção do “Aqui e Agora”, sucesso policial do canal, o SBT fez pouco barulho no setor em seus mais de 30 anos de existência.

Informações da Folha de S.Paulo 

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012