12 de agosto de 2022


Repúdio a assassinato de João Alberto


20/11/2020


 

 

 

______________________________________________________________________________________

A CARNA MAIS BARATA DO MERCADO É A NEGRA

Norma Couri*

Culpa não se terceiriza. Bastou a comunidade negra comemorar a inclusão nas urnas para a violência mostrar suacara na véspera do Dia da Consciência Negra. João Alberto Silveira Freitas, 40 anos, foi espancado ontem até morrer asfixiado como George Floyd por seguranças do supermercado Carrefour em Porto Alegre. Em 2018 a cadela Manchinha foi morta a pauladas noutra unidade do supermercado Carrefour em Osasco, São Paulo. Novamente o supermercado joga a culpa nos terceirizados. E diz que não houve racismo. A manifestação organizada para comemorar o Dia da Consciência Negra e os ganhos de visibilidade mudou de rumo e mais uma vez fará um protesto pela violência, terminando a passeata em frente ao supermercado Carrefour. O canto-lamento de Billie Holiday “Strange Fruit” encontrou eco hoje na Carta a Mãe África sobre a morte de João Alberto, “a carne mais barata do mercado é a negra”.

Norma Couri é diretora de Inclusão Social, Mulher e Diversidade da ABI

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012