Chapa Vladimir Herzog elege Conselheiros para o triênio 2015/2018


Por Cláudia Souza e Claudia Sanches

28/04/2015


Jesus Antunes, Domingos Meirelles e Nacif Hidd Sobrinho

Jesus Antunes, Domingos Meirelles e Nacif Hidd Sobrinho (Foto: Di Paola)

 

Única inscrita para eleição realizada nesta terça-feira, dia 28, a chapa conquistou 106 votos, quórum expressivo em relação aos resultados dos anos de 2011 e 2008. A votação foi realizada nesta terça-feira, dia 28 de abril, no hall do Auditório Oscar Guanabarino, localizado no 9º andar do edifício-sede da entidade (Rua Araújo Porto Alegre, 71 -Centro do Rio), em mais quatro estados e no Distrito Federal. Todos os associados da entidade foram anistiados para participarem do pleito.

Clique aqui para ver a galeria de fotos.

No encerramento da votação, após a divulgação do resultado das urnas, o presidente da ABI, jornalista Domingos Meirelles, comentou o clima de tranquilidade transcorrido durante a eleição:

— Apesar de uma intensa manipulação através das redes sociais, o pleito seguiu seu curso normal. A chapa única Vladimir Herzog venceu as eleições com um número expressivo em relação a outras campanhas, como a de 2011, com total de 119 votos, e a de 2008, que contabilizou 100 votos.

De acordo com o presidente da ABI, as críticas contra o processo eleitoral representaram uma resistência ao novo:

— As pessoas que se manifestaram contra a votação não têm expressão no meio jornalístico. São inimigos do futuro. O principal objetivo da campanha negativa era impedir que a ABI cresça e volte a ter prestígio. Nosso compromisso é resgatar a visibilidade e o papel histórico conquistado pela entidade ao longo de sua trajetória centenária.

PauloJeronimopp

Jornalista Paulo Jerônimo

O vice-presidente da ABI, jornalista Paulo Jerônimo de Sousa, afirmou que a conquista da eleição representa a consolidação da luta pela reconstrução da ABI:

— A maior entidade empenhada na defesa da sociedade brasileira conseguirá o apoio necessário para o seu renascimento.

O advogado Jansen Santos, representante da Chapa Vladmir Herzog, afirmou que a Chapa Barbosa Lima Sobrinho foi impugnada para concorrer às eleições por estar em situação irregular em relação ao Estatuto da ABI e no que concerne às exigências da Comissão Eleitoral da entidade:

— As acusações contra o processo eleitoral são inverídicas, já que o mesmo não estava sub judice, conforme afirmaram os adversários em campanha na internet para confundir o corpo social. Estes associados irão responder pelos seus atos. É considerado crime mentir publicamente e denegrir  a imagem da ABI, uma instituição tão respeitada. Apesar de tudo, obtivemos uma boa expressão no pleito.

Caop

Carlos Alberto Caó Oliveira

Presente à votação, Carlos Alberto Caó Oliveira, jornalista e ex-deputado federal, criador da Lei 7.716, conhecida como Lei Caó (que tornou inafiançável e imprescritível o crime de racismo no Brasil), acredita que a ABI precisa retomar sua atuação nas grandes demandas do povo brasileiro.

— Estou bastante esperançoso pois quero que a entidade mostre a face que sempre apresentou à frente das lutas democráticas no País, juntamente com o Conselho Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Membro da Comissão de Liberdade de Expressão e Direitos Humanos da ABI, Altamir Tojal, acredita que a Associação Brasileira de Imprensa enfrentará muitos desafios, entre os quais a ampliação e renovação do quadro de associados.

— Gostaria de contribuir para esta tarefa de crescimento e rejuvenescimento através da filiação de jovens profissionais de imprensa, que trarão  nova energia à Casa do Jornalista.

Regulamento eleitoral 

A Chapa Vladimir Herzog foi a única inscrita para o pleito desta quarta-feira, 28. O conjunto de irregularidades cometido pela Chapa Barbosa Lima Sobrinho levou a Comissão Eleitoral a impugnar o seu registro, no dia 16 de abril, com base no Regulamento Eleitoral da ABI. Com essa decisão,  após serem esgotados todos os prazos concedidos para a correção dos erros cometidos,  a chapa  não pôde participar desta eleição.

Leia abaixo a relação dos jornalistas que integram a chapa vencedora:

Conselho Deliberativo (Efetivos)

– Domingos Meirelles, Ivan Cavalcante Proença, Arnaldo César Jacob, Paulo Jerônimo de Sousa, Carlos Newton, Altamir Tojal, Jesus Chediak,  Arcírio Gouvêa, Lindolfo Machado, Wilson Alves Cordeiro, Eduardo Ribeiro, Claudinéia Lage, José Luiz Costa Pereira, Maurício Max, Roberto Sander.

Conselho Deliberativo (Suplentes)

– Silvio Tendler, Albino Castro Filho, Marcelo Moreira, Vladimir Sacchetta, Rogério Marques, Trindade Escudero, Paulo Vieira Lima, José Aparecido Miguel, Múcio Aguiar Neto, Françoise Vernot, Fausto Eduardo Pinho Camunha, Mauro Viana, Lóris Baena, Walnei Mendonça, Paulo Totti.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012