CD remarca eleição para os próximos 30 dias


28/05/2019


O Conselho Deliberativo da Associação Brasileira de Imprensa, reunido na tarde do dia 27/5 na sede da entidade, decidiu pela continuidade do processo eleitoral, que fora interrompido por disputas judiciais logo após o encerramento da Assembleia Geral Ordinária que instalaria o pleito, em 26/4. No prazo de 30 dias a contar da data de aprovação da decisão, a ABI terá eleições para definir o quadro da diretoria e suas comissões para o mandato 2019-2022.

Os representantes das três chapas oficialmente inscritas estavam presentes à reunião e acataram a decisão da maioria dos conselheiros de promover as eleições no prazo de 30 dias, respeitando todos os normativos do Regimento Eleitoral, como publicação de edital, abertura de prazo para eventuais inscrições de novas chapas, reorganização das chapas já inscritas, comprovação de habilitação ao pleito de todos os membros inscritos. O Conselho também decidiu que os atuais diretores devem continuar no comando da Casa, até que a nova administração seja empossada.

Depois de acalorados debates, prevaleceu o entendimento, como prevê o Estatuto da entidade, de que o Conselho Deliberativo é a instância legal para dirimir assuntos polêmicos como os que vinham impedindo a continuidade do processo eleitoral deste ano. Por sugestão do representante da chapa 2 e vice-presidente na atual diretoria, Paulo Jerônimo (Pagê), para que se restaurasse a normalidade do processo eleitoral, todos os processos, de parte a parte, em andamento na Justiça sobre estas eleições deveriam ser cancelados. A sugestão foi acolhida por todos os conselheiros e a tarefa de formalizar a decisão ficou sob a responsabilidade da Comissão Eleitoral.

“Os artigos do site não refletem, necessariamente, a opinião da Diretoria da ABI”