Autoridades apoiam Centro de Mídia no Haiti


21/01/2010


A Governadora-geral do Canadá, Mickaëlle Jean, anunciou que enviará nesta sexta, 22, uma mensagem em créole ao povo haitiano através do Centro Operacional da Mídia de Porto Príncipe, montado na embaixada do Canadá pela ONG Repórteres sem Fronteiras(RSF), com o apoio do Grupo Quebecor. Segundo a governadora, foi solicitada a presença do Presidente da República do Haiti, René Préval, e de outras autoridades para um encontro com a imprensa:
—Esperamos que os Chefes de Estado, de Governo e os Ministros dos Negócios Estrangeiros dos países com laços privilegiados com o Haiti aproveitem a oportunidade para anunciarem medidas concretas em favor da reconstrução da imprensa haitiana. Este Centro de Mídia pertence aos jornalistas haitianos. A sua continuidade necessita da ajuda técnica e financeira de outras ONG, de instituições internacionais, de empresas da mídia estrangeira.

A construção do Centro Operacional da Mídia de Porto Príncipe recebeu o apoio da Ministra da Cultura e das Comunicações da República do Haiti, Marie-Laurence Jocelyn-Lassègue, que assegurou que estão sendo definidos as regras para o funcionamento do espaço e os jornalistas que vão coordenar as atividades.

Entre os principais objetivos do Centro, disponibilizar aos jornalistas haitianos o material necessário ao exercício da profissão; apoiar o trabalho dos jornalistas estrangeiros; fornecer informações a autoridades políticas e ONGs que necessitem se comunicar através de grande número de veículos de imprensa; orientar o planejamento das autoridades para a revitalização dos meios de comunicação atingidos pelo terremoto, localizados na capital e em todo o país, especialmente nas cidades de Petit-Goâve, Grand-Goâve e Léogâne, duramente afetadas pela tragédia.

Homenagem

Na ocasião, a RSF e a Quebecor vão homenagear os jornalistas mortos Wanel Fils, da Radio Galaxie, em Porto Príncipe; Franklin Laurent e Jasmin Leiva (este último desaparecido), da Radio Koha; e Bazelais Volcy, da Radio Echo 2000, em Petit-Goâve.

O Ministro das Relações Exteriores Celso Amorim Amorim prestou homenagem nesta quinta, 21, ao diplomata brasileiro Luiz Carlos da Rocha, morto no terremoto. O corpo do Vice-representante do Secretário-geral da ONU foi velado no Palácio do Itamaraty, no Rio de Janeiro, e nesta sexta-feira deverá ser levado para Nova Iorque, onde o enterro acontece no sábado, 23.

Amorim segue nesta sexta-feira, 22, para o Haiti, e em seguida viaja para o Canadá onde participa de uma reunião ministerial para discutir a situação do país atingido pelo terremoto.

*Com informações da RSF e portal G1

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012