Após 20 anos, Leda Nagle é demitida da TV Brasil


08/12/2016


2015-830975179-2015070763472-jpg_20150707

A apresentadora Leda Nagle do Sem Censura

A apresentadora Leda Nagle, que completou 20 anos à frente do “Sem Censura”, foi demitida por Laerte Rímoli, presidente da EBC, nesta quarta (7). A notícia pegou muita gente de surpresa, já que a atração é uma das poucas que mantém bons índices de audiência na TV Brasil. Laerte justificou, na conversa com a apresentadora, que a emissora tem uma dívida milionária para pagar.

A gerência de comunicação da EBC, por meio de nota, também disse que está reexaminando o contrato de Leda e que está “empenhada” em manter o “Sem Censura” na grade com a apresentadora à frente do programa, mas está sendo obrigada a rever este e outros contratos devido à severa restrição orçamentária por que passa a Empresa e o País de forma geral. A nota diz ainda que “Leda Nagle é parte importante da história, não só da TV Brasil, como da televisão brasileira por sua competência, eficiência e profissionalismo”.

Nesta quinta-feira, 8, a jornalista fez um post no Facebook falando sobre o episódio. “Confesso que preferia ficar calada neste momento. Recolhida, lambendo minhas feridas, me reorganizando, repensando a vida com o coração e a razão. Mas, ao mesmo tempo, me sinto na obrigação de esclarecer esta situação que me surpreendeu ontem e que ainda não posso dizer, sinceramente, que assimilei ou degluti. Mas vamos lá”, escreveu.

A jornalista disse que para ela, o grande problema foi a forma como foi desligada. “O incorreto foi terem ficado dois meses me cozinhando, dizendo que estava tudo certo. Eles tinham todo o direito de me demitir, de não renovarem o contrato, mas tinham que ter sido honestos e não foram. Falar isso na hora de assinar, achei muito deselegante”, falou.

Em junho, Leda comemorou 40 anos na televisão e relembrou sua trajetória em entrevista ao EGO. “Eu era toda hippie, com o cabelo desgrenhado, a calça toda rasgada e um brinco de pena numa orelha só. Não era muito o padrão para aparecer na televisão e, aos poucos, fui me moldando. Fui penteando o cabelo, abandonando os vestidões, os óculos, e aparecendo um pouco mais”, contou Leda, que passou pelos telejornais “Bom Dia Brasil”, “Jornal do Amanhã”, “RJTV” e “Jornal Hoje”.

 

RECESSO DE CARNAVAL

    Não haverá expediente administrativo na ABI no período de 1 a 10 de março de 2019, retornando às atividades no dia 11 de março de 2019.

   Os serviços essenciais funcionarão cumprindo escalas.

Rio de Janeiro, 25 de fevereiro de 2019.