17 de agosto de 2022


“Adeus a Ricardão Carvalho”, diz mensagem do Instituto Vladimir Herzog


21/06/2021


Por Ivo Herzog, filho do Vlado e Presidente do Instituto Vladimir Herzog

Eram as eleições de 2008. Eu descobrindo os bastidores de uma campanha eleitoral. Com uma candidata, visitava um posto de votação quando fui apresentando àquele cara enorme, risonho, plugado no 220V. Ricardo Carvalho.

Menos de um 1 ano depois nascia o Instituto Vladimir Herzog, com o Ricardão operando a nossa apresentação na Cinemateca para mais de 2000 amigos do Vlado.

A trajetória do IVH cresceu muito graças a energia contagiante do Ricardão. A amizade era nova, a intimidade forte. Muita fricção resultou em um dos mais importantes projetos do Instituto Vladimir Herzog, um dos primeiros grandes trabalhos de recuperação da memória recente do Brasil: Resistir é Preciso. Livros, documentários, exposições.

Nesta esteira outro projeto, dom Paulo Evaristo Arns. Com a determinação do Ricardão, está história esta eternizada.

Na continuidade desta jovial amizade, vieram o namoro dos nossos cachorros, passeios de bicicleta que sempre tinham parada obrigatória para um refresco na sua casa no Ibirapuera.

Palmeirense (chato), não perdia oportunidade de zoar comigo quando o Timão tropeçava.

Ricardão… Além da pauta da memória, um dos desbravadores pela luta em preservação do Meio Ambiente. Ou, como ele me disse na última quinta-feira, da Sustentabilidade.

Ricardão, você vai fazer falta. Muita falta para nós. O mundo fica bem mais triste sem o seu sorriso. Se cuida ai em cima.>>

Ivo Herzog, filho do Vlado e Presidente do Instituto Vladimir Herzog

INFOS SOBRE O VELÓRIO E ENTERRO DE NOSSO QUERIDO RICARDO CARVALHO:

Nesta Segunda-feira (21/6), a partir das 11hs, será um breve velório no Cemitério do Araça na Av. Dr. Arnaldo, em São Paulo-SP. (Seguindo todos os protocolos preventivos de saúde sob a pandemia, no máximo apenas 10 pessoas por vez na sala.)

Seu enterro está previsto para ocorrer por volta das 12h.

Novas Homenagens e demais informações em breve…

Muito obrigado por tudo, querido Ricardão. Vá em paz!

Tal qual seu mestre e biografado Dom Paulo Evaristo Arns e você, estamos precisando daquela velha e boa Coragem para seguir… E vocês certamente seguirão eternamente presentes em nossa Caminhada neste Plano, de luta por Memória e Verdade; Democracia, Igualdade e Liberdade; Justiça e Paz!

*Com informações do caro Antônio Funari, diretor-presidente da Comissão de Justiça e Paz da Diocese de São Paulo.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012