ABI sobre Newton Carlos: “Um marco na imprensa”


01/10/2019


Foto: Álbum de família

Em nota divulgada na segunda-feira (30/09) à noite, a Associação Brasileira de Imprensa homenageou o jornalista Newton Carlos, que aos 91 anos de idade faleceu na manhã do mesmo dia, após um período internado. Reconhecidamente  foi ele quem introduziu no noticiário nacional informações e análises sobre a América Latina, levando o jornalista e professor João Baptista de Abreu a resumir: “Se Cristóvão Colombo descobriu a América, Newton Carlos descobriu a América Latina”.

Newton deixa a mulher Eliana Brazil Protásio, com quem estava casado havia 34 anos, e três filhas  — Cláudia, Márcia e Janaína Figueiredo, jornalista de O GLOBO.  Ele foi enterrado na tarde desta terça-feira, no Rio. É de Janaína Figueiredo o depoimento abaixo, extraído do jornal O Globo:

— Meu pai foi e será sempre para mim a maior inspiração como jornalista. Profissional, correto, dedicado e apaixonado por uma profissão que aprendeu na redação e na rua. Foi autodidata e sempre esteve movido por uma curiosidade infinita — conta Janaína, lembrando que ele escreveu com frequência até maio deste ano. — Aprendi com ele, entre muitas outras coisas, que um bom jornalista se vê pela sola do sapato. Sempre conversávamos sobre minhas pautas e ele perguntava “já apurou, já tem todas as informações para escrever?”. Era meu guia e me contagiou o interesse por assuntos que sempre acompanhou, como o mundo militar e a política latino-americana. É um orgulho ser filha de um jornalista que deu a vida por sua profissão, denunciou e combateu regimes autoritários e escreveu quase até o último suspiro.

Nota da ABI

Pioneiro do jornalismo internacional na imprensa brasileira, Newton Carlos deixou um legado valioso para a nossa categoria. Com ele, os leitores e os telespectadores aprenderam muito sobre a América Latina, um dos temas pelos quais recebeu vários prêmios aqui e no exterior. A Associação Brasileira de Imprensa  – ABI – se une à família neste momento triste. Mas, faz questão de ressaltar que as dezenas de livros ele que escreveu e os seus 70 anos de exercício da profissão foram um marco na imprensa que jamais será esquecido.

 

Paulo Jerónimo de Sousa

Presidente da ABI

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012