6 de julho de 2022


ABI se solidariza com repórteres hostilizados


12/04/2022


Diante dos ataques do vereador Gabriel Monteiro (PL) aos repórteres Pedro Figueiredo, da TV Globo, Luís Ernesto Magalhães e Felipe Grinberg, do jornal “O Globo” devido a matérias jornalísticas sobre o assédio sexual a uma menor de idade e o processo de investigação de que ele é alvo, Associação Brasileira de Imprensa se solidariza com os jornalistas e informa que está acompanhando o caso de perto.
Caso seja necessário, a ABI não hesitará em tomar outras providências.

Paulo Jerónimo, presidente da ABI

 

Abraji condena ataques de vereador investigado a jornalistas do RJ

Desde que teve sua atuação posta em xeque pelo trabalho de jornalistas no Rio de Janeiro, o vereador Gabriel Monteiro (PL) tem empreendido uma campanha de desqualificação dos profissionais de imprensa, tendo como alvo principal o repórter da TV Globo Pedro Figueiredo e os repórteres de O Globo Luiz Ernesto Magalhães e Felipe Grinberg. Flagrado em vídeo de sexo com menor de idade e denunciado por ex-assessores por assédio moral e sexual, o vereador tornou-se alvo de investigação policial e do Ministério Público e tem seu mandato questionado na Câmara dos Vereadores.

No entanto, nas últimas semanas, desde que as denúncias foram reveladas pelo programa Fantástico, Monteiro tem usado suas redes sociais, sobretudo seu canal no Youtube, para atacar jornalistas que acompanham o caso. Seus seguidores passaram a assediar os repórteres, com mensagens e ameaças que não se restringem às redes sociais. Sobre Pedro Figueiredo, Monteiro chega a insinuar que o jornalista teria interesses escusos em denunciá-lo, além de editar um vídeo com uma fala do repórter para fazer parecer que ele desconhece o assunto do qual trata.

A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) repudia as atitudes de Gabriel Monteiro e recomenda que a Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro, ao analisar a conduta do vereador, considere também o modo condenável como ele tenta lidar com a imprensa no intuito de desviar o foco das graves denúncias contra si e na tentativa de intimidar jornalistas no exercício da profissão.

A Abraji se solidariza com Pedro Figueiredo, Luiz Ernesto Magalhães e Felipe Grinberg, ressaltando que a fiscalização dos agentes do poder público é prática essencial na prestação de informações à sociedade.

Diretoria da Abraji, 11 de abril de 2022

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012