ABI sabatina Marcelo Freixo segunda-feira


16/09/2016


Marcelo Freixo. Foto: Divulgação/Facebook

Marcelo Freixo. Foto: Divulgação/Facebook

Marcelo Freixo, do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), será entrevistado nessa segunda-feira (19), das 14h às 16h, na Associação Brasileira de Imprensa, no Centro do Rio. Ele será sabatinado pelo presidente Domingos Meirelles, Jesus Chediak, diretor de Cultura e Lazer, Ivan Proença, presidente do Conselho Deliberativo, e Jansen de Oliveira, advogado da entidade.  O candidato a prefeito do Rio de Janeiro pela coligação “Mudar é Possível” tem como vice na chapa a advogada e professora da UFRJ Luciana Boiteux.

Marcelo Ribeiro Freixo, 49 anos, nasceu em Niterói, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, e formou-se professor de História pela UFF. Está no seu terceiro mandato como deputado estadual. Na política, destacou-se no combate ao crime organizado, principalmente às milícias que infestam as áreas mais carentes da cidade. Preside atualmente a Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Rio.

Freixo presidiu também a CPI das Milícias do Rio e foi homenageado com a criação de um personagem que defende os mesmos princípios no filme “Tropa de elite 2”, de José Padilha. Em 2014, foi eleito deputado estadual mais votado do Rio e do Brasil. Antes de ingressar na vida parlamentar foi diretor do sindicato dos professores de Niterói e São Gonçalo.

Filiado ao Partido dos Trabalhadores de 1986 a 2005, Freixo ingressou no recém-criado Partido Socialismo e Liberdade, em 2005, pelo qual foi eleito deputado estadual, em 2006, com 13.547 votos.marcelo-freixo-dilma

Em março de 2009, assumiu a presidência da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa. Freixo atua ainda como membro da Comissão de Cultura e como suplente da Comissão de Educação da Alerj. É também vice-presidente da CPI do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro, que apura irregularidades de crimes de que são acusados conselheiros e técnicos do Tribunal.

Nas eleições de 2010, foi reeleito deputado estadual, pelo mesmo partido, com 177 253 votos. Foi o segundo deputado mais votado do estado, perdendo apenas para Wagner Montes que obteve 528 628 votos.

Em 2012, foi candidato a prefeito do Rio e perdeu a eleição para Eduardo Paes. Ficou em segundo lugar  entre oito candidatos, com 28,25% da porcentagem total – 914.082 votos.

Em 2014, foi reeleito com 350.408 votos. Foi o mais votado do país na última eleição.

O candidato do PSOL elegeu a mobilidade urbana como prioridade em seu programa de governo. De acordo com Freixo, o transporte urbano produziu um verdadeiro caos na cidade, obrigando as pessoas a gastarem mais tempo para chegar ao trabalho.

Marcelo Freixo afirma que irá rever os contratos das Organizações de Sociais com a saúde, que, segundo ele, já controlam 43% das unidades de saúde da cidade. Freixo afirmou que as OS não vão acabar da noite para o dia, mas precisam ser substituídas. O candidato também defende a ampliação de leitos em unidades hospitalares sob a administração municipal, além de ampliar o sistema de atendimento básico à população.

Na educação, Freixo pretende apresentar um plano de cargos e salários unificados para professores e outros servidores. Criticou o plano pedagógico único para todos os colégios. Segundo ele, o professor precisa ter liberdade para pensar a educação de acordo com seus alunos e no espaço que eles vivem.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012