ABI integra Comitê Nacional de Cultura de apoio à equipe de transição de governo


29/11/2022


Por Maria Luiza Franco Busse, diretora de Cultura da ABI

Criado no Rio de Janeiro o primeiro Comitê Nacional de Cultura de apoio e sugestões à equipe de transição de governo e ao futuro ministério da Cultura. No domingo (27), cerca de 100 artistas, produtores, gestores públicos e privados, e agitadores culturais, se reuniram na quadra da Portela a convite da atriz Lucélia Santos, da equipe de transição responsável pela relatoria oficial sobre problemas e necessidades do setor prevista para ser entregue ao presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva até esta quarta-feira, 30 de novembro.

O Diálogos com Fazedores de Cultura, como foi chamado o encontro, teve o objetivo de fazer o diagnóstico da situação da Cultura desde o golpe de 2016, a partir da escuta juntos aos atores sociais diretamente envolvidos, e assim recolher e sistematizar os principais itens e questões que dificultam ou impedem o desenvolvimento operacional criativo e econômico para constar do documento técnico final. Lucélia esclareceu que o encontro teve caráter propositivo. “O trabalho é técnico, não é político, não é deliberativo, é propositivo”, frisou.

Os participantes de todas as áreas do Rio, com predominância das zonas Norte e Oeste, foram divididos em cinco Grupos de Trabalho que tiveram os temas Gênero, juventude, favelas e Ocupação, Matriz africana, mestres, eco museus e espaços populares, Povos originários, Patrimônio, aparelhos públicos, e Programas e projetos, economia criativa, cultura viva.

A diretoria de Cultura da ABI se engajou nesse último e contribui com o diagnóstico observando que a atual configuração do Estado não responde ao avanço social e por isso a necessidade de mais Estado para atender a diversidade, na contramão das soluções que apontam para a política de Estado mínimo. A consideração foi aceita e incluída no documento. A diretoria de Cultura da ABI também anunciou à classe artística que a instituição está de portas abertas para receber atividades culturais e se integrar ao circuito das artes nas instancias municipal, estadual e nacional.

Lucélia Santos e o diretor teatral Reinaldo Santana, da organização do encontro, acompanhado do ‘presidente Lula’

Vinicius Longo, palhaço de rua da ‘Cia 2 banquinhos’, que recebe nesta quarta-feira o prêmio Cultural Heloneida Studart, da ALERJ

 

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012