ABI critica boicote do
governo a jornalistas


02/07/2019


Jornalista André Trigueiro (Imagem: Reprodução)

A Associação Brasileira de imprensa – ABI preocupa-se com a escalada de violência contra jornalistas que vem sendo praticada por membros do governo federa. Nesta terça-feira (02/07), o presidente recém empossado da ABI, Paulo Jerônimo de Sousa – o Pagê, solidarizou-se com o colega André Trigueiro, da Rede Globo de Televisão, que por decisão do presidente do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade está sendo boicotado por servidores daquele órgão público.

O caso de Trigueiro soma-se às restrições criadas pelos organizadores de uma cerimônia onde a ministra dos Direitos Humanos e das Mulheres, Damares Alves, no último dia 24 de junho, representou a primeira dama Michelle Bolsonaro, premiada com a comenda de Cidadão Fortalezense. Na cerimônia realizada no Clube Militar de Fortaleza, os jornalistas só puderam ter acesso quando o ato se encerrava, com uma oração.

No caso de Trigueiro, como noticiou Ancelmo Góis em sua coluna no jornal O Globo, nesta terça-feira , o coronel PM de São Paulo, Homero de Giorge Cerqueira, atual presidente do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, através dos chefes de seções do instituto proibiu qualquer servidor de prestar informações ao jornalista, em um total desrespeito ao profissional, à Liberdade de Imprensa e à população.

Ao se solidarizar com Trigueiro, Pagê, após destacar a “seriedade, ética e profissionalismo” que norteiam o trabalho do colega e condenar o desrespeito à liberdade de imprensa e à democracia, criticou os “constantes ataques ao meio ambiente que vêm sendo desferidos no atual governo.

Abaixo a mensagem do presidente da ABI a Trigueiro:

Prezado André Trigueiro, 

Na condição de presidente recém-empossado da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), manifesto nossa solidariedade frente à tentativa de restrição ao seu trabalho jornalístico por parte da nova gestão do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, conforme nota publicada na coluna do Ancelmo Góis desta terça-feira (2 de julho), no Jornal O Globo.

Sua seriedade, ética e profissionalismo são inquestionáveis na área do jornalismo ambiental no país. Neste sentido, demonstramos preocupação não somente com o desrespeito à liberdade de imprensa e à democracia, mas também aos constantes ataques ao meio ambiente que vêm sendo desferidos no atual governo.

Cordialmente

Paulo Jerônimo dos Sousa (Pagê)

 

“Os artigos do site não refletem, necessariamente, a opinião da Diretoria da ABI”