12 de agosto de 2022


A história do rádio, com o médico e radialista Paulo Roberto


28/09/2021


Por Rogério Marques, conselheiro da ABI

O médico e radialista Paulo Roberto (1903-1973), pseudônimo de José Marques Gomes, foi associado da ABI, que o homenageou dando seu nome a um posto de saúde que por uns bons anos funcionou na nossa sede. Foi um dos maiores radialistas de seu tempo, na Rádio Nacional, onde tinha programas como “Gente que brilha”, “Nada além de dois minutos”, “Lira de Xopotó” e outros.

Para mim, Paulo Roberto, irmão do meu pai, era o Tio Zé, um tio muito querido por seus muitos sobrinhos. Foi um dos fundadores do Partido Socialista Brasileiro. Este panfleto é dos anos 50, quando foi lançado pelo Partido candidato a deputado federal. Sem poder se dedicar à campanha, por trabalhar na Rádio Nacional e no Hospital de Cascadura, onde nasci, ele acabou não se elegendo, apesar de sua grande popularidade. Em primeiro de abril de 1964, Paulo Roberto, em sua crônica matinal “Bom dia, compadre”, conclamou os brasileiros “a defenderem o mandato de seu presidente João Goulart contra o golpe militar que se arma na calada da noite”. Atingido pelo Ato Institucional número 1, foi demitido da rádio com vários outros companheiros, entre eles Mário Lago. Tudo isso está na série de três programas excelentes que o radialista Roberto Salvador fez sobre Paulo Roberto em seu programa “A história do rádio”. Vou botar aqui o link do último programa da série, e será fácil achar os outros dois. Garanto que vale a pena assistir.

Assista o video em:

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012